quinta-feira, 20 de junho de 2013

SOLSTÍCIOS E EQUINÓCIOS


 AFFFF GENTEM

DEU UM DESESPERO AQUI PORQUE MUDEI O LAYOUT DO BLOG E DEPOIS NÃO ACHAVA MAIS A BARRA DE LOGIN...
RESOLVIDO, MELHOR USAR OS MODELOS TRADICIONAIS MESMO...

HOJE EU TROUXE PRA VOCÊS UM POUCO DE CONHECIMENTO SOBRE UM ASSUNTO QUE QUASE PASSA DESPERCEBIDO PRA MAIORIA DE NÓS MAS QUE É IMPORTANTE PRA TODA BRUXA QUE SE PREZE CONHECER: O QUE SÃO EQUINÓCIOS E SOLSTÍCIOS:

Conforme o http://www.astrologie.com.br/Equi_Sols.htm

           Equinócio é uma palavra que deriva do latim (aequinoctium), e significa “noite igual”, e refere-se ao momento do ano em que a duração do dia é igual à da noite sobre toda a Terra.
           Astronomicamente isto se dá quando a Terra atinge uma posição em sua órbita onde o Sol parece estar situado exatamente na intersecção  do círculo do Equador Celeste com o círculo da Eclíptica; ou seja, instante em que o Sol no seu movimento anual aparente pela Eclíptica, corta o Equador Celeste, apresentando declinação de 0º.
           O Equinócio Vernal (21/03), assinala a entrada da primavera no hemisfério norte e do outono no hemisfério sul. É especialmente considerado pelos Astrólogos, pois este “Ponto Vernal”, marca o início do Signo de Áries, a entrada do Sol no Signo de Áries, que marca o início do Zodíaco. É quando o Sol, no seu movimento aparente, passa do hemisfério sul para o hemisfério norte.
           Na figura abaixo, veja uma representação da insolação terrestre relativa a este Equinócio. Neste período a Terra recebe em ambos hemisférios a mesma intensidade de luz solar.
           O Equinócio Outonal (23/09), marca a entrada do outono no hemisfério norte e da primavera no hemisfério sul, chamado também de “Ponto de Libra”; instante em que o Sol passa do hemisfério norte para o hemisfério sul.
           Na figura abaixo, veja uma representação da insolação terrestre relativa a este Equinócio. Neste período a Terra recebe em ambos hemisférios a mesma intensidade de luz solar.
           A palavra Solstício, deriva do latim, sol + sistere (solstitium), que significa parado, imobilizado e está associada à idéia de que o Sol estaria como que estacionário.
           Marca a época do ano em o Sol, no seu movimento aparente na esfera celeste, atinge o máximo afastamento angular do Equador.
           É considerado Solstício de Verão (22/06) no hemisfério norte e de inverno no hemisfério sul, quando o Sol ingressa a 0º do Signo de Câncer, quando o Sol alcança sua máxima declinação norte, 23º27'. Neste momento, o Sol “imobiliza” seu  movimento gradual para o sentido sul e passa a dirigir-se na direção do pólo norte.
           Na figura abaixo, veja uma representação da insolação terrestre relativa a este Solstício. Neste período a Terra recebe maior intensidade de luz solar no hemisfério norte.
           No dia do Solstício de Inverno (21/12) no hemisfério norte e de verão no hemisfério sul, quando marca a entrada do Sol no Signo de Capricórnio, quando o Sol alcança sua máxima declinação sul, 23º27'. O Sol “imobiliza” seu movimento para o sentido norte e começa a dirigir-se na direção do hemisfério sul.
           Na figura abaixo, veja uma representação da insolação terrestre relativa a este Solstício. Neste período a Terra recebe maior intensidade de luz solar no hemisfério sul.
           Vale lembrar que como as estações do ano são opostas nos dois hemisférios, as denominações s e invertem. E também, que poderá haver variação de um ou dois dias nas datas descritas.
           No quadro abaixo, estão representadas as posições do nosso planeta em relação ao Sol, nos momentos de Solstícios e Equinócios, que definem as quatro estações do ano.
           A ilustração abaixo, facilita o entendimento para os Astrólogos, onde pode notar-se os pontos equinociais e solsticiais.


Porque é bom saber disso? Morando aqui no sul, chegando em casa do trabalho sempre de noite nessa época do ano que é só frio e chuva, é sempre bom saber quando é que o astro rei vai resolver ficar mais tempo no céu pra gente não entrar numa depressão braba por causa desse clima doido.


Porque é o seguinte: eu AMO o inverno, mas não tem como manter o bom humor se o clima está sempre pesado, úmido, gelado. Por mais que eu ame a Natureza, chegar em casa e nem poder botar a bunda pra fora da porta acaba com a alegria de qualquer um.

 

Mas há sempre uma esperança né gentem... parece que essa conversa não está fazendo sentido... mas é só pra que vocês saibam que podem acompanhar as mudanças das estações e do horário de verão com mais otimismo.

Inverno não precisa necessariamente combinar com tristeza, depressão e confinamento.

 



E eu descobri também que o Cris Martin do Coldplay tem mania de fazer todas as músicas iguais...
Mas a gente não precisa ser como ele, não precisa ser sempre igual e depressivo, podemos encarar o inverno com mais alegria e otimismo observando, como as bruxas de antigamente, as pessoas sábias, os agricultores e os moradores de Avalon faziam, que: 



- O dia não parece ficar mais comprido no verão do hemisfério sul só por causa do horário de verão. Devido á movimentação da Terra, ele fica de fato mais comprido.(não estou chamando ninguém de burro, claro que muita gente já sabia disso, mas eu só comecei a reparar bem nisso agora, depois que o gerenciamento da minha casa começou a depender de tempo bom/ tempo ruim, subir de noite no quintal mal assombrado limpar canil, etc)

- E no inverno, além de o dia ir ficando gradativamente mais curto, devido ao posicionamento da Terra, o horário é aquele de inverno, o normal, e aí que você sai pra trabalhar quando está amanhecendo e só chega em casa quando ja é noite... e não há entusiasmo e mentalização anti depressão que aguente.



Então porque conhecer os solstícios e equinócios? Você não entendeu ainda? São estes os dias que marcam as mudanças na movimentação do sol, e, conforme a wikipedia: O solstício de inverno, o menor dia do ano, a partir de quando a duração do dia começa a crescer, simbolizava o início da vitória da luz sobre a escuridão. 


E daí que eu pelo menos uso essas datas para observar o tempo e manter o otimismo, mantendo acesa a paixão pela época mais elegante e gostosa do ano, pelo menos pra mim.


É também uma maneira pessoal de lembrar e de me preparar para tempos mais difíceis, para lembrar que nem tudo será igual e que mesmo que tudo pareça frio, úmido, molhado, angustiante e depressivo, eu não tenho que enxergar tudo dessa forma, mantendo o otimismo e me livrando da depressão.


E também para sempre lembrar de enxergar a beleza em todas as coisas feitas pelo Criador, ou pela Deusa, como queiram... lembrar que tudo é perfeito, que tudo tem uma razão de ser, que temos que amar o feio e o bonito, o escuro e a luz, pois tudo é obra da Deusa que nos ama e tudo nos provê.


Lembrando também que amanhã dia 21/06 é a data que marca o solstício de inverno, ou seja, o 'dia' mais curto do ano, quando o sol fica menos tempo dando o ar de sua graça e aí começa a aparecer por mais tempo no céu para alegria dos fãs.


Então é isso galera... esse é apenas um pequeno manual de como não ficar muito depressivo no inverno, de como sobreviver a uma época aparentemente opressiva, fria e úmida e com poucas opções de lazer devido ao tempo doido.


Acima, pra quem curte, um pequeno calendário marcando as datas comemorativas conforme as antigas religiões pagãs, que também acompanhavam os movimentos da Terra em relação ao sol e a sua influencia no clima, na agricultura, etc.

Beijos e vamos celebrar a vida que é isso que interessa, nos faz feliz, e agrada a Deus (ou Deusa né, porque todos precisamos de uma Mãe).
Marie


Nenhum comentário: