terça-feira, 12 de novembro de 2013

DA INVENÇÃO DO FRIZZ Á DOMINAÇÃO FEMININA

Olá meninas,
Já comentei aqui nesse blog de que o maior desejo da raça masculina não é dominar os quatro cantos do mundo, e sim dominar as mulheres em todas as suas múltiplas esferas ou facetas.

Sim, porque mulher é um bicho complexo pra não falar complicado.
E não sei se existe algo mais eficiente pra conseguir isso do que mexer com a nossa vaidade.
Foi por isso que então resolveram inventar os padrões de beleza nos quais a gente tenta desesperadamente se encaixar
como se isso fizesse o menor sentido ou tivesse alguma utilidade para a sobrevivência da espécie ou evolução do planeta.

Foi aí que inventaram essa coisa toda pra mexer com a gente, dizendo que nosso cabelo, por exemplo, não é bonito o bastante se não estiver super liso, blindado, chapado, estático. Aí disseram que ter frizz no cabelo é feio! Aí a gente fica comprando toneladas de creme e pagando absurdos pra alisar o cabelo com processo químico quando na verdade, o cabelo só estava se comportando como um cabelo, e aqueles fios em pé que a gente tanto abomina podem ser simplesmente o seu cabelo novo que nasceu quando o velho caiu... tadinho do cabelo novo, vocês não tem dó desses bebês não?


E a nossa pele, o que dizer da nossa pele? De repente inventaram que ter ruguinhas é feio, como se isso fosse uma questão de escolha. A gente nem pode mais envelhecer lindamente. Sinceramente eu prefiro ficar com as minhas ruguinhas a ter de fazer isso


pra ficar bela. EEEEWWWWWWWWWWWWWWWWWWW!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

E como se não bastassem todas as criações da mente maligna masculina e chauvinista (e não digo isso apenas sobre homens, existem mulheres machistas também) para tentar nos dominar, amedrontar e aprisionar, inventaram mais uma coisa em nosso corpo que está errada e precisa ser consertada.
Leiam abaixo a tradução da matéria http://jezebel.com/5900928/your-vagina-isnt-just-too-big-too-floppy-and-too-hairyits-also-too-brown, do site Jezebel.com, escrito pela afiadíssima Lindy West:



Sua vagina não é apenas grande demais, rechonchuda demais, e muito cabeluda – é também marrom demais… 


"Boas notícias garotas! A sociedade descobriu OUTRA coisa nova que está errada com você, o que significa outra oportunidade para você se tornar mais atraente para seu homem. Adivinha! Acontece que a cor da sua vagina é nojenta e todo mundo a odeia. Então branqueie aquela filha da p&*%$#. Branqueie agora mesmo!


Nesse comercial de um produto indiano chamado Lavação Íntima Limpa e Seca, um casal (de pele muito clara) está sentado para o que DEVERIA ser uma pacífica xícara de café matinal – se a vagina marrom e nojenta da esposa não tivesse arruinado tudo! O cara não consegue sequer olhar pra ela. Ele não consegue olhar para o café também, porque só vai faze-lo se lembrar daquele buraco marrom-café pingando da sua esposa!
Felizmente, a mulher esperta e que pensa rápido toma uma chuveirada, esfregando sua cona morena com o Clean and Dry Intimate Wash (algo como Lavação Íntima Limpa e Seca, “MAIS FRESCA + MAIS BRANCA”). E POOF! A vagina dela sai branca reluzente como um bebe cordeiro felpudo (e NÃO DO TIPO PRETO E NOJENTO), e o marido dela – cujo penis, só posso presumir, é literalmente um sabre de luz – fica todo: “Hey garota! Cancele os papéis do divórcio e VAMOS TREPAR!”
Nem preciso dizer que alguns cidadãos estão confusos com este produto – que, além de ser simplesmente insano, levanta questões dolorosas sobre a hierarquia de cor de pele inserida na comunidade Indiana. Como se não fosse ruim o bastante que pessoas de pele mais escura são encorajadas a evitar o sol e investir em produtos clareadores de pele como Branco & Amável (Fair & Lovely), e que atrizes indianas estão sendo importadas para atuar em papéis Indianos, em Bollywood, agora todo mundo tem que ficar inseguro sobre o fato de que sua vagina por acaso tem a cor que as vaginas tem? Esplendido! Deus, eu estava mesmo dizendo outro dia que a minha misoginia não tinha racismo o bastante incutida nela.
Então, o que pensam as pessoas que são pró-clareamento de vagina? Aqui vai uma explicação hilária de um macho ad exec:
É DIFÍCIL NEGAR QUE CREMES CLAREADORES ERIÇAM COMENTARISTAS SOCIAIS E ATIVISTAS. O QUE ELES DEVERIAM FAZER É RESPIRAR BEM FUNDO E PENSAR DE NOVO. BATOMS SÃO USADOS PARA FAZER SEUS LÁBIOS MAIS VERMELHOS, CREMES SÃO FEITOS PARA A PELE FICAR MAIS UNIFORME, ENTÃO QUAL O PROBLEMA? EU NÃO ACHO QUE QUALQUER YOUNGISTANI HOJE EM DIA ACHE QUE O RAJ BRITANICO/ HOMEM BRANCO É SUPERIOR Á NÓS HOMENS PARDOS. ISSO É UM PENSAMENTO DE 1947!
A ÚNICA RAZÃO QUE POSSO OFERECER DE PORQUE PESSOAS PREFEREM PELES MAIS CLARAS É ESSA: SE VOCÊ TEM DUAS GAROTAS BONITAS, UMA DELAS CLARA E A OUTRA ESCURA, VOCÊ VÊ AS CARACTERÍSTICAS DA GAROTA CLARA MAIS CLARAMENTE. ISSO SE DEVE PORQUE A COMPLEXÃO DELA REFLETE MAIS LUZ.
EU ACHAVA MARAVILHOSA A DIFERENÇA QUANDO DIRIGI KABIR BEDI,

QUE É MUITO CLARO E TEVE QUE USAR MAQUIAGEM ESCURA PARA OTHELLO, O HERÓI NEGRO DA PEÇA. EU VI QUE TINHA QUE ARRUMAR UM HOLOFOTE ESPECIAL PARA SEGUIR KABIR PELO PALCO PORQUE DE OUTRO MODO O PÚBLICO NÃO CONSEGUIA VER AS EXPRESSÕES DELES.

Veem? Faz todo o sentido. Nós só queremos que nossas vaginas reflitam mais luz – isso é tão errado? Quero dizer, E SE MEU CARRO QUEBRAR NA ESTRADA Á NOITE E EU NÃO TIVER UMA VAGINA REFLETIVA O SUFICIENTE? De verdade, a mais nova uma-vagina-que-governará-a-todas brilharia no escuro como um desses peixes esquisitos de mares profundos. Preciso que minha vagina atraia mais krill para que meu marido me coma de novo! (Meu marido é uma baleia.)
Basicamente, a idéia é ficar o mais longe possível de qualquer cor que as vaginas tenham de verdade. Porque esse é o coração deste tipo de pensamento – a vagina perfeita seria algo que não é uma vagina de verdade."


Então meninas, vale á pena enlouquecer por causa desse tipo de manipulação?
É isso mesmo o que a gente quer pra nossa vida? Passar ela toda nos odiando, odiando nosso corpo, nossa pele, nosso cabelo, porque a gente não se parece com a estrela da revista/ TV?



Eu faço essa pergunta pra mim mesma muitas e muitas vezes. E a resposta está em permanente (re) construção.

Um beijo!
Marie Jo
Comparação entre dois padrões de beleza hollywoodianos de épocas distintas... gosto mais do da esquerda!
 


Nenhum comentário: