quarta-feira, 4 de julho de 2012

A LINGUAGEM DO CORPO - CADERNO DE MULHER

 "Quero mandar um alô pra minha barriga que ao contrário de mim, está crescendo e prosperando!"

Olha que interessante eu achei no:

http://www.cadernor.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=88:a-linguagem-do-corpo&catid=18:bem-estar&Itemid=55


Se é verdade, eu não sei, mas vale á pena a leitura:


A linguagem do corpo PDF Imprimir E-mail
BEM-ESTAR
O formato do corpo revela características e traços de personalidade, identificando como você lida com suas emoções. O tamanho dos quadris, bumbum, seios, a presença de problemas estéticos como flacidez, celulite ou estrias, demonstram como está o seu interior, seus conflitos e suas angústias. 

Utilizando conhecimentos da medicina oriental  (que vê como uma das principais causas dos desequilíbrios orgânicos as provocadas pelo próprio organismo, as nossas emoções), da medicina psicossomática (a mente como desencadeadora de doenças) e da neurolingüística (a linguagem atua sobre o cérebro e o comportamento), a especialista Cristina Cairo garante que "é possível se autoconhecer, se compreender e melhorar aspectos da sua vida profissional e pessoal".
Em seu livro "Linguagem do Corpo 2 – Beleza e Saúde", Cristina demonstra que o corpo se modifica conforme o estado emocional, mental e comportamental. O livro aborda outros significados psicológicos associados aos órgãos e ao formato do corpo, e como transformar os problemas estéticos em linhas harmoniosas através de novos padrões mentais, ou seja, como modificar o formato do corpo com novas crenças, pensamentos e comportamentos.

Pronta para se conhecer melhor? Analise algumas características do seu corpo:

BUMBUM
Os músculos dos glúteos representam o poder de tomar as próprias decisões, de ter coragem e determinação para caminhar com as próprias pernas sem depender emocional e financeiramente de ninguém.


BUMBUM ACHATADO
Simbolizam o medo da solidão e de perder o controle. Quem tem bumbum pequeno é  insegura e vive sob a influência de terceiros, muitas vezes abrindo mão de seus prazeres pessoais. É carente e tem medo de tomar decisões.

BUMBUM GRANDE
Demonstram autoritarismo, não aceitam ser comandadas nem controladas. Impõem suas vontades e são mais preocupadas com os prazeres físicos.

SEIOS GRANDES

É uma mulher Yin: tem tendência a anular-se porque gosta de proteger e acolher os que a cercam. Se magoam facilmente.

SEIOS PEQUENOS

Tipicamente Yang. Não admite autoridade e repudia a idéia de ficar presa ou ser comandada. Se colocam em primeiro lugar e são tidas como autoritárias e egoístas.

SEIOS FLÁCIDOS
O peitoral e as mamas expressam a coragem, a ousadia, a força interior. Se há flacidez, isso significa que a pessoa está guardando ressentimentos e que desistiu de lutar pelos seus objetivos, por sentir-se oprimida ou por acreditar que não pode mudar o destino.

QUADRIS LARGOS
Maternais e protetoras, porém mais sensuais. Atraem instintivamente o sexo oposto, pois os homens as vêem como parceiras ideais para ter filhos. São sensíveis e se magoam com facilidade.

QUADRIS ESTREITOS

Ousada e senhora de si, luta pelo que quer.

OMBROS LARGOS

Representam coragem para enfrentar as adversidades da vida.

OMBROS ESTREITOS
Indicam ausência de ousadia e coragem. Geralmente pessoas que se colocam em posição de vítimas, acusando outras pessoas pelos seus fracassos na vida.

BARRIGA SALIENTE

O ventre está localizado no centro de equilíbrio de nosso corpo, onde estão os órgãos geradores e controladores da eliminação das toxinas: intestinos, bexiga e útero. O abdome simboliza o equilíbrio e a harmonia. Se há descontentamento, críticas ou revolta, acabam surgindo gordura e doenças nesse local. Toda mente rebelde e teimosa, passiva, que não acolhe com gratidão as pessoas e as coisas e não liberta a vida, provoca o desequilíbrio estético na região abdominal.

CULOTE
Simbolizam o pai e todo relacionamento amoroso.

CINTURA
Se houver um acúmulo de gordura, denunciam comportamento negligente. Indicam pessoas relapsas no sentido psíquico e espiritual, desequilíbrio emocional, muitas vezes, com agressividade ou prepotência para protegerem sua individualidade.

PANTURRILHA

A perna simboliza a impulsão para o futuro. É o músculo da panturrilha que impulsiona a coxa e, consequentemente, o corpo para a frente. A batata da perna grossa revela uma mulher batalhadora e esforçada, que faz tudo o que for preciso para atingir seus ideais. Panturrilha fina indica que a pessoa não tem impulsão própria para seus ideais.

BRAÇOS GROSSOS
Simbolizam suas conquistas, suas ambições, seus afetos, a busca do amor e do trabalho realizador. O excesso de gordura no local indica uma vontade de abraçar o mundo para controlá-lo.

OBESIDADE
Forma inconsciente de proteção contra problemas externos. Um casulo no qual se esconde os medos, aborrecimentos, perdas, raivas, mágoas e inseguranças. É o mecanismo de defesa que o inconsciente cria para proteger-se daquilo com que o consciente não sabe lidar. Quanto mais você "engolir" e guardar mágoas, mais seu corpo engordará.

CELULITE

Toda emoção exagerada conturba o organismo e causa um desequilíbrio nas funções seletivas, provocando um acúmulo de substâncias nocivas em várias partes do corpo.
A celulite surge como manifestação das emoções de raiva e autopunição.

ESTRIAS

Nesse caso, a pele representa como nos comunicamos com o mundo. Ter muitas estrias significa, então, uma grande dificuldade para se expressar.

ACNE
Quem apresenta espinhas tem uma visão pessimista da vida. Significam acreditar nas coisas feias da vida e mostram que a pessoa guarda no coração acúmulos da "podridão do mundo".

RUGAS

Simbolizam as marcas da vida. Cada linha tem sua história na mente de quem as cria. Quanto mais achamos a vida cansativa, mais linhas aparecerão no rosto e quanto mais vemos o mundo envelhecer, mais envelhecemos.

PAPADA

Pessoas que odeiam críticas e sentem-se carentes e agressivas quando lhe apontam algum defeito. Fazem tudo certo para não correr o risco de ser repreendidas.

FLACIDEZ
Toda flacidez simboliza a falta de iniciativa e força de vontade para vencer. Em geral, quem sofre com esse mal não enfrenta os embates.

Fonte: livro LINGUAGEM DO CORPO 2 (de Cristina Cairo)

Um comentário:

ROSE OLIVEIRA disse...

ai Marie acho que sou uma mistura muito grande de todos os tipos kkkkss,amei o posts...xeru da Rose

http://blogtopodendo.blogspot.com.br