quarta-feira, 26 de setembro de 2012

AS ÁRVORES DE AVALON



Bom dia

Ainda estou buscando o significado do círculo de árvores celta.
Bom, a gente já sabe que deve ser pra canalizar energia, mas quem é que fica escondido lá dentro que castiga quem entra sem pedir licença? Fadas? Gnomos? Leprechauns???

Nessa minha busca, acabei trombando por acaso com o site Templo de Avalon. Já podem imaginar que fiquei doida né??
http://www.templodeavalon.com/modules/smartsection/item.php?itemid=3



Não encontrei nada sobre as árvores novamente, mas achei uma dica importante que explica porque não encontro referencias diretas aos círculos das árvores e aos caminhos de fadas: as tradições, lendas, cultura, etc eram e são parece-me, ainda, repassadas somente por via oral. Nada é por escrito.
Não sei se isso é bom ou ruim, mas já sei que aumenta o mistério e me deixa mais intrigada e acho que fascinada.

Acho que deve ser mais ou menos como a crença, baseada na Umbanda, acho, de que não se deve entrar ou sair de um cemitério sem pedir com licença, por favor ou agradecer, não estou certa, mas já me disseram que não se deve deixar de falar as palavras mágicas para evitar que os espíritos nos castiguem ou saia algum grudado com a gente. No caso de um círculo de árvores, a intuição e a lógica me dizem que provavelmente naquele ponto de energia habitam espíritos bons da floresta... e que se for pra entrar, que se peça pelo menos com licença para não profanar algo sagrado.



Na verdade, uma floresta toda, se formos pensar a partir de uma filosofia celta, é sagrada.
É um lugar de paz, de tranquilidade, de beleza e de abundância, onde a vida se recria a cada instante, onde os animais são livres, onde a Natureza prevalece e onde o homem jamais deveria interferir.

Na verdade, o correto seria sempre ter mantido essa simbiose humana com a Natureza. Mas isso é uma inteligência ou uma sabedoria há muito tempo perdida por parte da Humanidade.
Nem preciso comentar né gentem, vocês já perceberam como temos cagado com tudo isso aqui que chamamos de Terra. É por isso que a humanidade vai mal e por isso que a maioria de nós é muito infeliz.

Mas isso é uma outra história.

Nessa minha busca pelo círculo das árvores, acabei encontrando muitos sites interessantes sobre essa coisa toda de ser Celta, de ser filha de Avalon, de ser Wicca, ou seja, essa coisa toda de outro mundo que eu adoro e vou compartilhar com vocês. Boa leitura!

Blog A Caminho de Casa: Tradições Celtas - O Credo



Wicca em wikipédia...





 Religiões antigas, bruxaria




 Site completo sobre Wicca



Blog O Gato Místico



A Bruxa Eddie Van Feu e o Blog Irlanda eu Vou




 Blog Click das Fadas



Blog Cantinho dos Deuses




Opa, pera lá! A busca não terminou ainda. Eu bem que comente em um post anterior da necessidade de procurar sobre o círculo das árvores em Ingles. Achei alguma coisa na wikipédia:

http://en.wikipedia.org/wiki/Sacred_grove

Celtic polytheism

The Celts used sacred groves, called nemeton in Gaulish, for performing rituals, based on Celtic mythology. The deity involved was usually Nemetona - a Celtic goddess. Druids oversaw such rituals. Existence of such groves have been found in Germany, Switzerland, Czech Republic and Hungary in Central Europe, in many sites of ancient Gaul in France, as well as England and Northern Ireland. Sacred groves had been plentiful up until the 1st century BC, when the Romans attacked and conquered Gaul. One of the most well known nemeton sites is that in the Nevet forest near Locronan in Brittany, France. Gournay-sur-Aronde (Gournay-on-Aronde), a village in the Oise department of France, also houses the remains of a nemeton.[7][8]
Nemetons were often fenced off by enclosures, as indicated by the German term Viereckschanze - meaning a quadrangular space surrounded by a ditch enclosed by wooden palisades.
Many of these groves, like the sacred grove at Didyma, Turkey are thought to be nemetons, sacred groves protected by druids based on Celtic Mythology. In fact, according to Strabo, the central shrine at Galatia was called Drunemeton.[9] Some of these were also sacred groves in Greek times (as in the case of Didyma), but were based on a different or slightly changed mythology.

Ao que parece, eram usados em rituais para a Deusa Nemetona.


Escola Gergóvia de cultura Celta e Druidismo

História dos Celtas

Celtas na Wikipédia

http://deborahjazzini.blogspot.com.br/2012/03/sabedoria-celta.html

Acabei me deparando com mais sites legais mas não consigo encontrá-los agora. Assim que trombar de novo com eles, atualizo as listas.

MJ


Nenhum comentário: