terça-feira, 29 de março de 2011

MY LADY D'ARBANVILLE


EU AMO ESSA MÚSICA

Só hoje que fui descobrir que My Lady D'Arbanville tem um rosto.
Bem que eu desconfiei que o Cat Stevens tinha que estar muito apaixonado para compor e interpretar essa música daquele jeito. Eu vivo ouvindo a música e quase choro, pois é tão profunda e tão melancólica. Os arranjos e acordes do violão parece que soam por dentro da gente, reverberam, como se nosso corpo estivesse vazio, oco, pra encher com tanto sentimento e melancolia da música.
Eu não consigo deixar de imaginar e sentir a dor, pois a música fala de alguém que perdeu seu amor para a Morte (acho que o Cat Stevens foi até cruel fazendo sua musa morrer na música)

Basta checar a letra:

My Lady D'Arbanville
Why do you sleep so still?
I'll wake you tomorrow
And you will be my fill
Yes you will be my fill

My Lady D'Arbanville
Why does it grieve me so?
But your heart seems so silent
Why do you breathe so low?
Why do you breathe so low?

My Lady D'Arbanville
Why do you sleep so still?
I'll wake you tomorrow
And you will be my fill
Yes you will be my fill

My Lady D'Arbanville
You look so cold tonight
Your lips feel like winter
Your skin has turned to white
Your skin has turned to white

My Lady D'Arbanville
Why do you sleep so still?
I'll wake you tomorrow
And you will be my fill
Yes you will be my fill

My Lady D'Arbanville
Why do you greet me so?
But your heart seems so silent
Why do you breathe so low?
Why do you breathe so low?

I loved you my Lady
Though in your grave you lie
I'll always be with you
This rose will never die
This rose will never die

I loved you my Lady
Though in your grave you lie
I'll always be with you
This rose will never die
This rose will never die

A moça que inspirou essa linda música, e dizem, Wild World, que é outra música arrebatadora de emoção e dor de cotovelo, é a Patricia "Patti" D'Arbanville (foto no topo). Conheça mais em: http://en.wikipedia.org/wiki/Patti_D'Arbanville

A foto dela no site está horrível, mas se digitar no google vai ver o quanto ela era bela e continua sendo.
Que inveja hein! Deve ter sido O romance, estraçalhou o coração do Cat Stevens e fez ele compor duas das mais belas músicas de amor de todos os tempos!
Confesso que fiquei morrendo de inveja, a única inspiração que dei ao meu marido foi para o seguinte verso: O amor é uma flor roxa, que nasce no coração dos "trouxa", Quando te vi, montei num burro e fugi!

Toda vez que ouço a música imagino um casal de amantes do velho oeste fugindo para casar, mas daí a moça não aguenta o rigor do inverno e acaba morrendo durante a viagem. Dá até pra puvir os corvos cantando na música, ou seriam os espíritos vindo buscar a mocinha... Snif, snif, vou choraaaar.

E Wild World então, o Cat Stevens canta quase chorando. E a gente se emociona junto. Ele é um genio!

Nenhum comentário: