quarta-feira, 7 de março de 2012

RIP YAGO


Ontem fomos enterrar meu sobrinho lindo Yago da Silva Lima.
Pense num anjinho doce, que gritou forte quando nasceu, mesmo antes do tempo, que queria viver, que queria ser amado!
Infelizmente, seu corpo frágil não aguentou, e ele sobreviveu por apenas duas horas.
Agora, foi pra casa, foi pra Deus, e deixou conosco muita saudade, muito amor, pelo nosso bebê.

A morte é sim muito triste, mesmo que estejamos consolados por saber que o espírito nunca morre. Mais triste ainda é ter de colocar um pequeno e inocente bebê sob a terra, ao invés de poder acalentá-lo e aquecê-lo nos braços.

Juro que fiquei pensando que ele acordaria lá sozinho, com frio e com fome e não teria ninguém pra consolá-lo. Mas claro que isso é só coisa da minha, é muito chocante você ver um ser tão pequenino, que traz tantas alegrias aos pais e a todas as pessoas ao redor, deitado lá, sem se mexer, em um caixãozinho de madeira.
Ele era lindo, ele era amado, todos desejamos poder levá-lo pra casa, cuidar dele, mas infelizmente não foi possível.
Ele tinha apenas 29 semanas de gestação, não estava pronto.
Nós o amaremos pra sempre, ele sempre estará vivo, forte, na nossa lembrança.
Descanse em paz meu pequeno bebê, traga consolo para sua mamãe. Nunca duvide do quanto ela te ama e do quanto ela te quis.

Quem é mãe sente a morte de cada criança como se fosse sua.

Beijos,
Marie

Um comentário:

ROSE OLIVEIRA disse...

meus sentimentos Marie,perda é algo muito difícil mesmo ainda mais logo apos de chegar ao mundo imagino a dor da família mais uma vez sinto muito...

http://blogtopodendo.blogspot.com/