quarta-feira, 15 de agosto de 2012

QUEIJO QUEIJO QUEIJO

Olá crianças!!!
Mais uma postagem sobre comida!
E eu aqui morrendo de fome, esse negócio de dieta tá me matando!



Achei uma receita super simples para fazer queijo, confiram no site da Cybercook:

http://cybercook.terra.com.br/receita-de-queijo-caseiro.html?codigo=4655

QUEIJO CASEIRO

Rendimento: 20 porções

Ingredientes

  • 2 litro(s) de leite
  • 8 colher(es) (sopa) de vinagre branco
MODO DE PREPARO:

Leve o leite ao fogo até levantar fervura.Acrescente imediatamente o vinagre,1 colher de (sopa) de cada vez.
Cozinhe por 3 minutos.
Retire rapidamente o leite do fogo,dessa maneira o queijo se separa do soro.
Se isso não acontecer,volte com a panela ao fogo por 3 a 4 minutos.
Forre um escorredor (de macarrão) com um pano de prato limpo. Torça o pano de prato para eliminar completamente o soro. Reserve o queijo sobre uma tela de algodão seca (o importante é que seja fino),cubra com uma outra tela.
Apoie um prato sobre o queijo,deixe descansar 6 horas na geladeira.
OBS: Não esqueça que o pano de prato e as telas utilizadas devem ser lavadas com sabão neutro,qualquer tipo de perfume comprometerá o sabor do queijo.
Não use leite desnatado pois o resultado não será o mesmo. 

 Fácil né?



Achei mais receitas e tutoriais que quero experimentar, como no Youtube:
http://www.youtube.com/watch?v=S7wr7p2m4aI

Ou uma outra receita de Barcelona:
http://salondufromage.blogspot.com.br/2009/06/fazer-queijo-em-casa.html



Parece mais complicado mas vale á pena a leitura.
O negócio é que eu adoro queijo, mas o comprado no mercado, por mais simples ou comum que seja, ainda é muito caro na minha opinião.
E eu já comi queijo caseiro feito por pessoas conhecidas, mas nunca esqueço do queijo caseiro feito pelo meu Avô Sebastião, que parece um tijolinho de duro, mas você corta e ele é cheio de buracos como um queijo suíço, e o sabor é inigualável.
Também tem o queijo fundido caseiro da minha mãe, parecia uma pasta de chulé quando ela estava preparando, mas depois de pronto, adquiria um sabor e odor característicos dos melhores queijos envelhecidos que eu já provei na vida. E olha que conheço vários tipos pois quando era criança meu pai tocava na Banda Tureck, todos os anos na Festa dos Queijos e Vinhos, acho que em SP, e trazia várias amostras.


Nossa, pensando bem, tenho várias histórias de queijo pra contar! Uma vez também fui fazer um curso em Novo Hamburgo no Rio Grande do Sul, e na volta resolvi dar uma passada numa dessas casas de queijos e vinhos á beira da estrada pra trazer alguma coisa para degustar com a família. Acontece que os queijos e as linguiças estavam tão emboloradas que não tive coragem de comprar, mas meu marido falou que é assim mesmo, quanto mais envelhecido e bolorento, melhor. Ele disse que é assim que os gaúchos (pelo menos da família dele) apreciam essas coisas. Eu só posso ficar imaginando que tipo de alunicações eles tem depois de comer um negócio verde daqueles, hahahahahahah.

Também já estive em Bento Gonçalves e tomei uma sopa deliciosa servida em uma tigela feita de queijo. A minha vontade só era derrubar aquela sopa toda fora e devorar a tigela, hummm que delícia!




Mas enfim, faz tempo que alimento essa idéia de fazer queijo caseiro. Quero aprender e quero tentar eu mesma fazer combinações de ingredientes e ervas, e quem sabe criar o meu próprio queijo que entrará para a história da culinária.
Já pensei até em criar um defumador no quintal, para a fabricação de queijos e linguiças defumadas.
Aliás, linguiça é outra coisa que meu sábio Avô sabe fazer.
Eu vejo todo mundo fazendo coisas interessantes, coisas de que gostam, se dando bem e até seguindo um carreira nisso. Eu estou feliz no meu trabalho, e tal, mas quando as pessoas me contam as suas hitórias, parece que eu não tenho nada de interessante pra contar também.
Bom, eu escrevo, mas nunca publiquei um livro, como gostaria.
Eu canto, mas nunca mais tive uma banda, nunca mais me apresentei.
Eu sempre gostei de moda, de desenhar roupas, de criações, mas não crio nada tampouco fui estudar moda (e agora falta tempo e $$$$)



Quem sabe com o queijo, eu consiga inventar alguma coisa realmente interessante pra contar para as pessoas: olha, fui eu quem fiz.
Quem sabe me una ao meu marido, que já fabricou cachaça de uva caseira, e juntos nos tornemos dois renomados produtores da região.

Quem sabe, quem sabe... sonhos, sonhos, mas logo logo contarei pra vocês qual o gosto que ficou o meu queijo caseiro.

Enquanto isso, leiam a história do queijo em:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Queijo


E também curiosidades no site da marca Regina: http://www.regina.com.br/historia-do-queijo/
que tem uma foto de capa que quase me fez comer o monitor!!!!

Hummmm, essa conversa me deu uma fome!!!!
Um grande abraço!
Marie Jo


Nenhum comentário: