terça-feira, 20 de novembro de 2012

LEMBRANÇAS DE OUTRA VIDA - MARCAS DO PASSADO



Aff que título mais instigante da minha postagem, não?

Bom, já escrevi neste blog sobre lembranças de outras vidas que penso, 'penso', ter identificado no meu filho Ian, atualmente com 4 anos e 11 meses.

E como prometido, hoje vou colocar aqui algumas sugestões de leitura sobre um assunto muito interessante que estava comentando com a minha amiga Rosane, que são as cicatrizes e marcas que podem vir conosco, de outras vidas.
São marcas de nascença, manchas, pintas, cicatrizes com as quais nós já nascemos, e que uma vez vi na televisão, numa matéria muito legal de um conceituado programa jornalístico, que podem ser marcas de outras vidas.
Como um rapaz que nasceu com uma mancha na cabeça e numa sessão de hipnose descobriu que havia morrido com um tiro naquele mesmo lugar em sua encarnação anterior.



Interessante não?
Então, não sei se são marcas de outras vidas mas eu conheço pelo menos 5 pessoas dentre parentes (se não estou enganada: meu irmão, um tio e um primo) e amigos, que tem uma mancha marrom muito parecida nas costas. Três de nós inclusive possuem a mancha exatamente no mesmo lugar, quase do mesmo tamanho.
Inventei até uma teoria pra isso: lutamos todos numa guerra e fomos fuzilados no mesmo dia, pelas costas.



Isso é só uma brincadeira que faço na minha imaginação, mas o assunto é muito interessante e vale pela leitura, principalmente pelo fato de instituições e pessoas conceituadas já estarem estudando a respeito, para, como dizem: DESAFIAR OS CÉTICOS.



Leia na Superinteressante (essa é a matéria que eu vi no programa de TV): http://super.abril.com.br/cotidiano/reencarnacao-memorias-outras-vidas-445651.shtml

Outros sites interessantes: http://somostodosum.ig.com.br/stumes/imprimir.asp?id=4727

http://espiritismocomoresposta.blogspot.com.br/2009/06/marcas-de-nascenca_10.html 

Outro fato digno de nota: quando estava grávida de meu primeiro filho, estava lendo As Brumas de Avalon, e muito empolgada ficava pensando se daria o nome do meu filho de Arthur ou de Morgana. Acontece que quando Ian nasceu, ele tinha uma marca bem visível de uma águia na testa, que com o tempo acabou clareando mas eu enxergo ainda, muito claramento, a águia com suas asas abertas, a cabeça para o lado e o rabo, exatamente a figura da águia que aparecia nos brasões e bandeiras de uma das famílias reais retratadas no livro, cujo nome não me recordo agora.



E atrás da cabeça dele, uma grande mancha vermelha e uma pequena verruga vermelha no topo da cabeça. Terá sido ele parte de alguma dinastia antiga da Inglaterra, daí a ter nascido sob o signo da águia, ou morrido em alguma batalha ou posteriormente teria sido fuzilado comigo em sua vida passada, sendo alvejado na cabeça? Vai saber né... só estou inventando histórias pra me divertir. Mas como gostaria de poder averiguar o que se esconde sob o véu do mistério, do desconhecido e do passado.



Beijos,
Marie



Um comentário:

rosane disse...

acredito sim que possamos trazer marcas de outras vidas, quem garante que não!, gosto muito do assunto, adorei tudo que vc postou! beijos amiga.